Na primeira fase da personagem há um contraste de personalidades, na primeira iniciamos a obra com Aurélia rica, vivendo na alta burguesia, dotada de predicados, frequentadora de bailes chiques e desejada por todos, já na segunda parte da narrativa quitação”, Aurélia é uma moça pobre e resignada, representando sua própria feminilidade tipicamente romântica assim como a sua mãe Aurélia, já órfã de seu pai, sonha com um amor, antes de senti-lo, associando- vagamente a ideia de casamento.

Ainda no ensino atual, busca-se não deixar que os conteúdos literários passem despercebidos, colocando-os nos conteúdos programáticos, buscando melhores maneiras possíveis para passar os assuntos para gerar produtividade, incentivo e noções reais e de importância acerca do que é Literatura, sobre que fala, qual seus objetivos e se possível, tentar gerar interesse para estudo.

A moda é uma arte de cobrir nu que, além de refletir um determinado período da história, tem em sua definição uma dimensão ética muito relacionada com a dignidade da pessoa humana e, sobretudo, da mulher, principal consumidora deste produto (veja nas páginas 6 e 7 um croqui criado por mim onde a “modelo” usa um vestido que valoriza a sensualidade e glamour da mulher sem que fira sua própria dignidade).

A partir da década de 70², com mais mulheres ocupando mercado de trabalho, as Universidades, surge no Rio³ de Janeiro em São Paulo, grupos de mulheres, que debatem em reuniões a condição social da mulher brasileira, revistas foram fundadas, questões teóricas foram aprofundadas.

A segurança e eficácia de Toxina Botulínica A não foram estabelecidas em crianças abaixo de 2 anos de idade, portadoras de paralisia cerebral para tratamento de deformidade de pé equino; em pacientes abaixo de 18 anos para tratamento de blefaroespasmo; em pacientes abaixo de 18 e acima de 65 anos para tratamento de rugas glabelares e em pacientes abaixo de 20 anos para tratamento de espasticidade muscular em membros superiores após ocorrência de acidente vascular cerebral.

Esta idealização era expressa nos elogios de que era objeto e na sensação de que não se era digno de merecer amor desta mulher.

A mulher portuguesa no século XIX tinha a situação idêntica à da maioria das mulheres da Europa, por imposição histórica ela ocupava um papel secundário na família, dependendo sempre do homem e sendo totalmente responsável pelos filhos.

Com a finalização deste trabalho conclui-se que as mais variadas informações sobre estudo da maquiagem são de grande importância, pois mostra quanto é necessário uso desta ferramenta de beleza em especial para as mulheres, mas também de uso para homens (no caso de alguns itens). Além claro de buscar ajuda profissional em clínica de estética própria para procedimentos estéticos.